Arquivos da categoria : Firebird


Firebird DBX Driver 1

Ultimamente somente vejo boas notícias para o Firebird.

  • Ganhou prêmio de projeto no SourceForge
  • Delphi 2010 vai suportar o Firebird
  • Mais um driver DBX gratuíto para Delphi 2007 e 2009 disponível com fontes.

O driver foi escrito pelo programador Chau Chee Yang, há mais ou menos um ano, eu troquei alguns emails com ele, perguntando se ele pretendia disponibilizar os fontes, na mesma época que o Thiago Borges estava lançando as primeiras versões do seu driver, ele me respondeu que ainda não tinha decidido o que fazer, mas agora está disponível e com os fontes.

Links

Os fontes do driver não estão disponíveis, eu mandei uma mensagem na página de suporte perguntando se o autor vai disponibilizar.


TBODBXFB 0.6 RC2 – Firebird DBX4 Driver 1

Alterações desta versão

  • Adicionado suporte a TSQLDataSet
  • Adicionado suporte a TSQLStoredProc
  • Corrigido Access Violation ao chamar DBXCommand_GetRowsAffected com comandos DDL

 

Notas da Versão

A partir da versão 0.6 RC 2, foi preciso usar a função TRIM para mostrar corretamente os campos e parâmetros nos objetos TSQLDataSet e TSQLStoredProc.

A função TRIM está disponível apenas nas versões mais recentes, 2.0 e 2.1 do Firebird. Na versão 1.5 é necessário declarar esta função, disponível em UDF na instalação padrão.

Para poder utilizar o driver com Firebird 1.5, execute o seguinte comando:

DECLARE EXTERNAL FUNCTION trim
CSTRING(255)
RETURNS CSTRING(255) FREE_IT
ENTRY_POINT 'IB_UDF_ltrim' MODULE_NAME 'ib_udf';

 

Referência


Instalando versões diferentes do Firebird no mesmo Sistema Operacional 1

Quando temos sistemas prontos usando recursos avançados de um banco de dados, a migração para uma nova versão nem sempre é possível, mas a migração e testes podem ser feitos em paralelo, bem como o desenvolvimento de novos projetos, a solução para isto é termos as duas versões do banco de dados instalados, mas como ter ambos numa mesma instância de Sistema Operacional?

O amigo Hélio Oliveira disponibilizou há algum tempo o documento "Instalando duas versões  de Firebird em uma mesma máquina", esta semana ele disponibilizou uma atualização "Instalando a versão 2.1 do FB junto com outras versões", para cobrir a versão 2.1 que suporta nomes de serviços .

O download dos artigos podem ser feitos aqui:


Firebird 2.1 – Performance

Mudanças que podem ser a origem de perda de performance:

"NOT IN" e "ALL" podem ser lentos

Antes da versão 2.0, desde os tempos do Interbase, querys com os operadores lógicos "NOT IN" e "ALL" produziam resultados incorretos. Este problema foi corrigido no Firebird 2.0, mas as mudanças fazem com que os índices das tabelas contidas na subquery não sejam usados, podendo haver perda de performance comparando com o Firebird 1.5.

Atenção: "NOT EXISTS" é aproximadamente equivalente a "NOT IN" e fará o uso dos índices.

Fica claro que operadores "NOT IN" devem ser substituídos por "NOT EXISTS" quando possível para que não haja perda de performance.

Referência:


Delphi 4 PHP 2.0 + Firebird 5

Se você tentar conectar a um banco de dados Firebird com o recém lançado Delphi 4 PHP em design time, não deve conseguir, o instalador do Delphi 4 PHP tem um bug, mesmo que você não selecione o driver Interbase, ele é instalado no diretório do Delphi 4 PHP, e a IDE usa este driver ao invés do que estiver instalado no \Windows\System32.

 

image

 

A solução é simples, localize todos os arquivos gds32.dll que estiverem no diretório de instalação do Delphi 4 PHP e apague, o Delphi 4 PHP deve estar fechado, senão você não conseguirá excluir o arquivo que estiver sendo usado pela IDE. Os arquivos necessário são os instalados pelo cliente do Firebird,verifique se fbclient.dll e gds32.dll estão no \windows\system32.

Após reiniciar o Delphi 4 PHP você conseguirá conectar ao Firebird em design time usando o tipo de banco de dados Interbase.

image


Firebird – Particularidades em Win32

"Windows ME e Windows XP" x ".gdb"

Nestas versões do Windows (Home e Professional) tem um recurso chamado System Restore, ele faz atualização de todos os arquivos com a extensão ".gdb". O efeito é a lentidão causada por que é feito backup dos arquivos toda vez que há uma alteração. A solução mais simples e eficiente é utilizar a extensão ".fdb".

Leia no site do Firebird mais detalhes sobre este problema http://www.firebirdsql.org/rlsnotesh/install210.html#install2-win-other

 

Winsock2

Firebird requer WinSock2. Todas as plataformas Win32 já devem ter instalado, exceto para Win95. Um teste com a biblioteca WinSock2 é feito durante a instalação. Se esta não for encontrada a instalação vai falhar. Para descobrir como atualizar, visite este link.


Firebird – Notas da versão 2.1

Metadados devem ser atualizados

Se o seu banco de dados contém campos BLOB armazenando dados não ASCII, então somente o backup/restore NÃO é suficiente para atualizá-los para a versão 11.1 do ODS (On Disk Structure). Veja com atenção os arquivos do diretório /misc/upgrade/metadata, onde o Firebird 2.1 está instado.

 

Variável de ambiente FIREBIRD

Uma variável de ambiente opcional chamada FIREBIRD foi criada pra prover um ponto a nível de sistema para a raíz do diretório de instalação do Firebird. Se ela existir, estará disponível em qualquer lugar do escopo onde ela foi definida, exemplo: a nível de sistema operacional, ou apenas para um usuário específico.

image

Esta variável não é removida durante a desinstalação e não é atualizada em uma nova instalação. Se você a deixar apontando para uma versão antiga firebird, como 1.5.x, haverá situações em que o gerenciador do Firebird, utilitários de linha de comando, scripts agendados, arquivos batch, instaladores, etc, não funcionarão como esperado.

Se o instalador do windows encontrar um valor para %FIREBIRD% ele irá fazer deste diretório o local padrão para a instação, no lugar de C:\Arquivos de Programas\Firebird\Firebird_2_1.

A menos que você tenha certeza dos efeitos causados por um valor incorreto nesta variável, você deve removê-la ou atualizá-la antes de iniciar a instalação do Firebird 2.1. Após isto, você também deve verificar que o antigo valor não está mais visível no ambiente em que você esta instalando o Firebird, use o comando “SET FIREBIRD” na janela de comandos do Windows ou “printenv FIREBIRD” in em um shell POSIX.


Firebird 2.1, na prática o que mudou?

Comparado com o Firebird  1.5, a versão 2.x é geralmente 40% mais rápido, segundo a  ibexpert.biz, e com as melhorias no protocolo de rede estima-se que haja um ganho de mais 40% na velocidade do acesso remoto.

Se você estiver convertendo do Firebird 1.5 verifique os novos parâmetros, como RELAXEDALIASCHECKING, se estiver usando aliases em instruções SQL.

Outra novidade é a visualização mais detalhada e controle das atividades do que acontece no Servidor Firebird com o novo monitor SystemTables.

 

Lista completa de alterações

Manual de instalação e migração

Forum em Inglês para iniciantes e profissionais, as sessões são divididas por “linguagem” Delphi, Plataforma .Net, Java e PHP, mas outras linguagens podem ser adicionadas se requisitadas com demanda.